Você esta em Ações do Governo Fauzi /

Janeiro de 2010

29/01/2010 18:38:00

Águia de Ouro: história de amor a escola



Há vinte anos nascia a escola de samba Águia de Ouro, para ser exato, em 10 de junho de 1989. Um bloco de carnaval de rua que se transformou em escola por amor de seus integrantes e familiares.

Assim, a varanda da casa de dona Agília da Silva, componente mais antiga da escola, se torna em ateliê de costura de fantasias e adereços. “Minha vó empresta a casa pra gente”, diz Liliane de Brito, presidente da Águia de Ouro.

A escola ficou parada seis anos por falta de apoio e incentivo. Hoje, aproximadamente 100 pessoas compõem a história da Águia. Liliane explica que, durante o ano são realizadas promoções para arrecadação de verbas. “Sentimos dificuldade, pois nossa cultura é pantaneira. O nosso sonho é que um dia as escolas sejam valorizadas”.

Segundo ela, todo o trabalho é voluntario. “É amor. Amor mesmo”. Das fantasias a bateria requer compromisso e, compromisso voluntário. A escola agrega componentes dos quatro cantos do município. “Tem gente do 40, São Francisco, Santa Terezinha, Guanandy, Serraria, Bairro Alto”.

Devido às dificuldades financeiras, a escola assim como as demais, reaproveita tecidos de outras apresentações. Liliane ressalta o envolvimento das famílias na escola. “As famílias ajudam, as crianças participam”, comenta ao lembrar que a Águia foi presidida até hoje, apenas, por mulheres.

O trabalho é realizado em turnos chegando a ultrapassar às 23 horas. “Nós trabalhamos e por isso funciona com revezamento”. A presidente lembra momentos de maior dificuldade como o rebaixamento da escola e os anos em que parou. “Queremos ganhar”.

Para envolver a comunidade junto a escola, a Águia promove concurso para mestre sala e porta bandeira assim como, madrinha de bateria. “Vamos democratizar e deixar aberto para outras pessoas participarem”, explica Liliane.

Para a presidente, esse ano tem sido diferentes dos demais. “Sentimos desde o ano passado um apoio maior”. Assim, a varanda de dona Agília tende a permanecer ocupada com o brilho dos paetês e a elegância das brumas.


Diretoria

Presidente: Liliane da Silva de Brito
Vice-presidente: Maria Helena dos Reis Alviço
Carnavalescos: Walfrido Friore Grance e Darci Brito de Oliveira
Compositor: Guilherme Arruda
Samba enredo: Da treva a Luz: um sonho de felicidade



Fonte: ACS/Aquidauana

Início | 2010 | Janeiro