Você esta em Ações do Governo Fauzi /

Maio de 2009

09/05/2009 23:01:00

Paulo Simões: "Que este trem nunca pare de correr"


Um dos autores da canção que talvez mais identifique o Estado de Mato Grosso do Sul, Paulo Simões, foi um dos ilustres convidados do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, durante a primeira viagem oficial do Trem do Pantanal, nesta sexta feira, entre Aquidauana e o distrito de Palmeiras, em Dois Irmãos do Buritis. Simples e tomado de emoção, o compositor e músico cantou para o presidente Lula.

“Estou como todo mundo, emocionado por participar de um momento histórico como este, que mexeu profundamente com a emoção da população pantaneira. Este trem estava fazendo muita falta e acho que hoje a gente teve uma medida mais real disto. Que este trem nunca mais pare de correr”, disse Simões. Adonai Filho, da empresa Serra Verde Express, que apostou no retorno do Trem do Pantanal mal conseguia se expressar: “Estou emocionado. A volta do Trem do Pantanal tem um valor cultural muito grande para o Estado de Mato Grosso do Sul e para o Brasil”.

Concordando com o homem que contribuiu, ao lado de Geraldo Rocca, para projeção internacional do hit “Trem do Pantanal”, dona Sueli Maria de Carvalho, moradora em Dois Irmãos do Buritis, não conseguia esconder a emoção de ter conseguido abraçar o presidente Luiz Inácio da Silva, no distrito de Palmeiras, duas vezes: “um abraço foi meu e outro do meu marido”. Sobre o trem lembrou: “Estou há quase vinte anos esperando esta volta”.

Entre os saudosistas confessos outro que não escondeu a emoção pela volta do Trem foi o deputado Federal Waldemir Moka (PMDB). “Embora belavistense, morei em Aquidauana. Eu era menino quando chegou pela primeira vez o trem diesel”. Para Moka a volta do trem do Pantanal é um resgate histórico relevante. O prefeito de Anastácio, Claudio Valério, entre as dezenas de prefeitos que participaram da viagem inaugural disse que matou saudade “de um tempo que ficou no coração da gente”. E como a maioria dos viajantes convidados arrematou: “Foi muito bom fazer este trajeto”.

Fonte: ACS

Início | 2009 | Maio